Acetazona (dexametasona) – Elixir, Creme, Xarope – Bula Completa

Inflamações e reações alérgicas, seja em qual região do organismo que ocorra, sempre é algo incomodo e que coloca em risco as principais ações e tarefas do dia a dia das pessoas, principalmente pelos sintomas irritantes e pertinentes que surgem, normalmente causando certa dor na região afetada.

Com isso, é necessário buscar algum tipo de efeito anti-inflamatório para dar início ao tratamento dessas doenças e infecções o mais rápido possível. Para isso ocorrer de forma efetiva, diversos remédios, principalmente contendo corticosteróides, surgiram com esse efeito, e os médicos tentam indicar o mais recomendado para os casos que surgem em seus pacientes.

Entre eles, um que ganhou certo sucesso é o medicamento do laboratório Sobral, o Acetazona, que possui a base da sua formulação o componente dexametasona.

Assim, hoje, nesse artigo, iremos abordar informações essenciais presentes em sua bula, além de dicas e precauções que devem ser seguidos por todos que irão dar início ao seu uso.


Composição

Acetazona Elixir

acetazona

Cada 5 mL do Acetazona elixir contém os seguintes componentes:

  • 0,5 mg de dexametasona.
  • Completam a fórmula como excipientes: ácido cítrico, álcool etílico, aroma de cereja, aroma de menta e hortelã, benzoato de sódio, cloreto de sódio, corante vermelho ponceau 4R, glicerol, sacarina sódica di-hidratada, sorbitol, água deionizada.

Acetazona Creme

Cada 1 grama do Acetazona creme contém os seguintes componentes:

  • 1mg de acetato de dexametasona
  • Completam a fórmula como excipientes: álcool etílico, edetato dissódico, metilparabeno, álcool cetoestearílico/polissorbato 60, polissorbato 80, propilenoglicol, propilparabeno e água de osmose reversa.

Para que serve Acetazona ( Indicação )

Como citado inicialmente na introdução do artigo e seguindo informações da sua própria bula, o medicamento Acetazona, tanto creme, como o xarope, possui efeito contra algumas inflamações que podem atacar o organismo humano. As principais situações que seu uso é recomendado são:

  • Aliviar os sintomas e deter a evolução, tanto inflamatória, como alérgica, de dermatoses que respondem positivamente a corticosteróides.
  • Situações, doenças e inflamações que necessitam dos efeitos anti-inflamatórios e imunossupressores dos corticosteróides.
  • Em reações alérgicas, como rinite alérgica, asma brônquica, dermatite de contato, dermatite atópica, doença do soro e reações adversas alérgicas sobre o uso de outros medicamentos.
  • Em cuidados de doenças reumáticas, como  artrite psoriática ou reumatóide.
  • Dermatoses com presença, ou no mínimo suspeita, de alguma infecção de bactéria (bacteriana).
  • Em casos de eczema, psoríase, neurodermatoses, dermatite seborreica, intertrigo anal ou genital e dermatites de contato quando o efeito anti-inflamatório é efetivo.
  •  Alívio dos sintomas de picada de inseto e queimadura pelo Sol.
  • Tratamento de doenças da região nasal, como Rinites alérgicas, agudas, crônicas e vasomotora.
  • Tratamento de algumas inflamações oculares com a presença de alguma bactéria.

Vale ressaltar que, apesar de saber a indicação da utilização do medicamento, é recomendado, sempre que possível, buscar orientação de um médico especialista antes de dar inicio ao uso do medicamento e ao tratamento.

Acetazona serve para tosse?

Pela presença do componente dexametasona em sua formulação, como princípio ativo da mesma, o Acetazona elixir ou creme pode, sim, ser utilizado para tosse seca com presença de catarro, tanto para iniciar o tratamento, como para aliviar os sintomas causados por ela.

Posologia Acetazona

Como tomar Acetazona xarope

Para tomar Acetazona elixir deve ser feita por via oral.

As doses da posologia do medicamento Acetazona elixir em forma de xarope líquido possui muitas variações, dependendo da doença que esteja sendo tratada e do peso corporal do paciente. A dose inicial pode alternar entre 0,75 a 15 mg com ingestão duas a quatro vezes ao dia, sendo recomendada, com maior certeza, pelo médico especialista com consulta e exames. Mulheres que estão amamentando e crianças com idade abaixo dos 2 anos terão, provavelmente, suas dosagens diminuídas e alteradas.

Conforme os sintomas começarem a ser diminuídos e o paciente a se sentir melhor diante da sua inflamação ou alergia, a dose deve ser diminuída gradativamente. Em situações que o tratamento deve possuir um tempo muito prologado ou a dosagem é muito alta, é necessário fazer alguns exames clínicos para saber se ouve alterações perigosas no organismo da pessoa.

Em casos de doenças crônicas não fatais, em sua maioria, a dosagem inicial deve variar entre 0,5 a 1mg por dia, aumentando gradativamente, porém continuando com doses baixas.

Em casos de doenças crônicas com risco de fatalidade, as doses diárias variam entre 2 a 4,5 mg.

Em casos de doenças agudas não fatais, a posologia varia entre 2 a 3 mg por dia.

Em casos de doenças agudas potencialmente fatal, a dosagem varia de 4 a 10 mg por dia.

Independente da doença, inflamação ou alergia, é necessário a orientação de um médico especialista, apesar das doses recomendadas especificadas acima.

Como usar Acetazona pomada

A modo de aplicação do Acetazona creme deve ser feita de forma tópica, aplicando diretamente na região do corpo infectada.

Ante de passar a pomada, é necessário limpar, com cuidado, a área afetada da pele que será aplicado. Após isso, coloque uma pequena quantidade do produto no local contaminado, variando entre 2 a 3 vezes diárias de aplicação. Para aplicar na região do ouvido, tenha muito cuidado com a limpeza, secando a região e utilizando as pontas do algodão para passar a Acetazona creme na área.

Independente das doenças, infecções ou alergias, é necessário a orientação de um médico especialista, apesar das doses recomendadas especificadas acima.

Contraindicações

Como todo o medicamento, o Acetazona elixir, ou em forma de creme, possui algumas contraindicações a serem seguidas pelos pacientes que pretendem iniciar o tratamento com seu uso, para não colocar em risco sua saúde. São eles:

  • Pacientes com hipersensibilidade, alergia ou qualquer outro problema que pode ser causado pelos componentes da fórmula do Acetazona, principalmente o dexametasona, princípio ativo do medicamento.
  • Não aplicar o creme na região dos olhos.
  • Em caso de afecção em tratamento, é necessário utilizar a menor dose possível de corticosteróides.
  • Corticosteróides, da quão o dexametasona faz parte, não devem ser utilizado em pacientes com infecções fúngicas sistemáticas.
  • Crianças com menos de 2 anos de idade que possuem Acne rosácea e vulgar, dermatite e dermatoses não devem utilizar o Acetazona elixir ou creme.
  • Mulheres em estado de gravidez.
  • Pacientes com infecções ou doenças oculares por micobactérias.
  • Pacientes com corpo estranho da córnea não devem tomar ou aplicar Acetazona elixir ou creme.
  • Pacientes que possuam tuberculose da pele, varicelas ou herpes não devem utilizar o Acetazona elixir ou creme, pelo fato de possuir os corticosteróides, como o dexametasona, em sua composição.

Efeitos colaterais Acetazona

O tratamento com Acetazona elixir ou creme, principalmente pela presença da dexametasona, pode trazer alguns efeitos colaterais e reações adversas indesejadas para alguns pacientes. As mais comuns de ocorrer são:

  • Retenção e distúrbios de líquidos e sódio.
  • Insuficiência cardíaca congestiva.
  • Perda de potássio.
  • Hipertensão.
  • Fraqueza dos músculos.
  • Dano das fibras musculares pelo corticoesteroides.
  • Perda de peso (massa muscular).
  • Enfraquecimento dos ossos.
  • Fratura vertebral por compressão.
  • Necrose da cabeça femoral e umeral.
  • Fratura nos ossos longos.
  • Ruptura do tendão.
  • Úlcera (lesão) no estômago com perfuração e hemorragia.
  • Perfuração no intestino, tanto grosso, tanto delgado, principalmente quando o paciente possui alguma inflamação no intestino ou na região abdominal.
  • Retardamento no tempo de cicatrização, quando presente.
  • Fragilidade na pele.
  • Petéquias.
  • Vermelhidão na pele.
  • Suor em excesso.
  • Reações cutâneas, como dermatite e urticária.
  • Convulsões.
  • Pseudotumor cerebral, após o tratamento ser finalizado.
  • Vertigem e distúrbios psíquicos.
  • Alterações menstruais nas mulheres.
  • Alteração no desenvolvimento do crescimento em pacientes infantis.
  • Cataratas.
  • Aumento da pressão intra-ocular.
  • Glaucoma.
  • Projeção do globo ocular.
  • Ruptura do miocárdio.
  • Aumento do apetite.
  • Náuseas e mal estar.
  • Soluços constantes.

Em caso do surgimento de qualquer uma dessas reações, ou qualquer outro efeito colateral, procurar a ajuda médica com urgência e notificar a ANVISA.

Interação com outros medicamentos

  • O medicamento Acetazona elixir ou creme deve ser utilizado com cautela junto ao Ácido acetilsalicílico.
  • Fenitoína, fenobarbital, rifampicina alteração, normalmente diminuindo, a eficaz da dexametasona.
  • A fenitoína, o fenobarbital, a efedrina e a rifampicina podem aumentar a depuração metabólica dos corticosteróides da dexametasona. Com isso, fazendo a redução dos níveis sanguíneos e da atividade fisiológica, além de interferir no resultado dos testes de inibição da dexametasona. Assim, precisando ajustar a posologia da aplicação do Acetazona elixir ou creme.
  • É necessário fazer exames do tempo de protrombina no organismo em pacientes que estão usando corticosteróides, do Acetazona, e anticoagulantes cumarínicos, principalmente pelo fato do dexametasona alterar a ação dos anticoagulantes.
  • Quando é feita a administração dos corticosteróides do dexametasona junto de diuréticos espoliadores de potássio, é necessário fazer testes do desenvolvimento da hipocalemia no paciente.
  • Os corticosteróides como dexametasona presente na Acetazona pode interferir diretamente nos resultados dos testes de nitroazultetrazol para infecção bacteriana.

Precauções

Além das contraindicações, citadas no tópico anterior, o medicamento Acetazona, e seu princípio ativo, o dexametasona, possui algumas precauções de uso, para os pacientes que estão, ou irão, iniciando o tratamento. São elas:

  • Não utilizar doses acima do recomendado de Acetazona, pois as chances de reações adversas aumentam.
  • Informar o médico, com urgência, no surgimento de qualquer problema durante o tratamento.

Genérico

Tanto o Dexametasona e Acetato de Dexametasona são vendidos fora da formula do medicamento Acetazona por um preço bem mais barato, funcionando com o um genérico.

Acetazona Preço

Acetazona elixir ou creme é encontrado nas principais farmácias populares, precisando de uma receita médica para ser adquirido.

O medicamento Acetazona elixir no frasco de 120 ml é comercializado com um preço variante de R$5 a R$10.

O medicamento Acetazona creme em uma bisnaga de 10g é comercializado em um preço variante de R$6 a R$12.