O Que é Adenoide? Quais os Sintomas? Como é a Cirurgia? Tratamentos!

O nosso corpo possui diversos detalhes que não conhecemos e que podem estar causando problemas sem que sequer saibamos de sua existência. A adenoide, por exemplo ajuda na imunidade, protegendo o corpo. No entanto, em algumas ocasiões ela pode inchar e trazer problemas.

Então, para saber um pouco mais sobre a adenoide, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Vamos lá?!


O que é Adenoide

Adenoide nada mais é do que o nome dado para duas glândulas pequenas. Elas são compostas por tecido linfoide, similar aos linfonodos e às amígdalas.

As adenoides se desenvolvem durante a infância e tendem a regredir por volta dos 8 anos de idade. No entanto, quando elas crescem muito rapidamente, podem ocasionar a obstrução da passagem de ar que é feita pelo nariz.

Para quem não sabe, todos nascemos com duas adenoides. Elas ficam na parte mais posterior da garganta. O local mais específico é a região da nasofaringe. Essa região fica no fim da cavidade nasal e o começo da faringe.

Diferentemente das amígdalas, não se pode ver as adenoides ao abrir a boca. Isso porque elas se localizam acima do palato, mais conhecido como céu da boca.

Assim, tal como as amígdalas e demais linfonodos, as adenoides tem como principal função a produção de anticorpos e linfócitos. Isso ajuda o organismo na defesa contra micro-organismos que possam a vir invadir a cavidade oral e nasal.

Mesmo assim, elas não são essenciais. Sua retirada por meio de uma cirurgia pode oferecer nenhum problema ao organismo do paciente.

De uma forma geral, as adenoides estão formadas até o 7º mês d vida da criança. Elas seguem crescendo até os 5 ou 6 anos de idade. Depois, entre 8 e 10 anos elas passam a regredir e desaparecem até o fim da vida adulta.

uma criança com a Adenoide aumentada

Sintomas de Adenoide

Quando estão de tamanho normal, as adenoides não provocam nenhum tipo de sintoma. Elas desaparecem completamente por volta da adolescência e, no máximo, na vida adulta. No entanto, em certas crianças que têm infecção respiratória de repetição, elas crescem demasiado e se tornam hipertrofiadas permanentemente durante toda a infância.

Quando isso acontece, pode haver uma obstrução da passagem de ar na cavidade nasal. Isso irá provocar alterações diversas, tais como:

  • Respiração com ruídos
  • Roncos noturnos
  • Apneia do sono
  • Respiração permanente realizada pela boca
  • Voz e fala anasalada
  • Persistência de coriza
  • Sensação de ouvido obstruído

Vale lembrar que as dificuldades respiratórias são mais comuns no período da noite. Isso porque a musculatura relaxa durante o sono, aumentando a obstrução das vias aéreas.

Crianças que sofrem com esse problema podem ter pesadelos com frequência, sono turbulento, sono irregular e curtos episódios de para respiratória, que se chama apneia noturna. A consequência de uma criança que dorme mal é irritação, cansaço, sonolência e outros.

Os casos de hipertrofia da adenoide ainda exige que a criança respire constantemente pela boca. Isso leva a alterações na anatomia dos dentes e da face. Essas alterações provocam uma aparência chamada face adenoideana.

As crianças com esse tipo de face normalmente possuem o rosto alongado, dentes agrupados, dentes incisivos proeminentes, maxila pouco desenvolvida, narinas elevadas, lábio superior curto e palato arqueado.

Causas

As causas para os problemas de adenoide ainda não são totalmente conhecidos.

No que diz respeito a hipertrofia da adenoide, sabe-se que ela é uma característica da criança. Logo, certas crianças apresentarão um crescimento normal enquanto outras apresentarão o crescimento aumentado.

Isso tudo independe se a criança apresenta quadros de problemas respiratórios, tais como rinite dermatite atópica, asma, entre outros sintomas respiratórios ou alérgicos.

Já em adultos, a hipertrofia tem relação, normalmente, com outros problemas de saúde. Eles podem ser:

  • Infecção pelo vírus HIV
  • Linfoma de Hodking
  • Linfoma não-Hodking
  • Doenças granulomatosas, tal como a granulomatose de Wegener
  • Carcinoma de nasofaringe
  • Tumores na área

Existem ainda alguns estudos que relacionam o problema de adenoide com o uso de maconha ou seus derivados.

A causa mais comum para uma adenoidite é a infecção viral. No entanto, algumas crianças tem uma predisposição maior a ter o tipo bacteriano e de repetição.

Fatores de risco

um cartaz mostrando a Adenoide

Existem alguns indícios de que os problemas de adenoide tenham relação com componentes genéticos, isso é, os filhos de pessoas com problema de adenoide tem uma maior probabilidade de desenvolverem o problema também. No entanto, ainda não existe nada que comprove efetivamente isso.

No entanto, é sabido que esses problemas acontecem com maior frequência com crianças entre 2 e 7 anos de idade. O pico do crescimento, normalmente, ocorre entre os 3 e 4 anos.

Diagnóstico

Os problemas de adenoide tem seu diagnóstico feito por meio do histórico clínico do paciente. Assim, são avaliados os sintomas apresentados e também são realizados alguns exames.

O primeiro exame é clínico, feito ainda no consultório e se chama rinoscopia. Nesse procedimento o médico irá examinar o interior do nariz com um aparelho que dilata a narina para que a visualização fique mais fácil.

Caso não seja encontrado nada visivelmente anormal, o médico deve solicitar uma endoscopia nasal. Ela é feita com um aparelho bastante fino que passa pela fossa nasal e tem uma câmera na extremidade, chegando até a garganta.

Ainda podem ser solicitados outros exames, tais como raios-x, tomografia dos seios da face e outros que ajudem a diagnosticar o problema.

Possíveis complicações

As principais complicações são da adenoide não tratada. Entre elas está a baixa qualidade de vida da criança, visto que ela não irá conseguir respirar, comer ou dormir bem durante esse período.

Mais do que isso, nos casos de adenoidite de repetição, a criança ainda pode apresentar dificuldade no seu desenvolvimento e no ganho de peso. Seu rendimento escolar pode ser baixo e ocorrer maior dificuldade de concentração. Tudo isso está relacionado ao fato de não conseguir ter um sono reparador e pela incapacidade de respirar de maneira correta.

Visto que as crianças que apresentam hipertrofia da adenoide também podem apresentar apneia obstrutiva do sono. á um maior risco de desenvolvimento de hipertensão artéria mais tarde.

Tratamento de Adenoide

um menino mostrando a Adenoide

O tratamento da adenoide irá depender do tamanho em que ela se encontra. Depende também dos sintomas que a criança está manifestando. No adultos não é realizado nenhum tratamento específico normalmente, visto que o problema comumente está associado a outras doenças. Sendo assim, quando a fonte do problema for tratada, o aumento da adenoide será tratado também por tabela.

Já em crianças, o tratamento mais comum é a realização de uma cirurgia. No entanto, isso só é recomendado quando o espaço ocupado por ela é superior a 70% do total, bem como quando ela provoca sintomas, como respiração bucal, ronco e etc.

O fato é que não existe um remédio que ajuda na diminuição da hipertrofia. Isso só acontece com o passar dos anos. Entretanto, quando obstruir mais de 70% da passagem e a criança não faz a cirurgia, podem ocorrer diversas complicações, tais como dificuldade de desenvolvimento.

Cirurgia de Adenoide

A cirurgia realizada para a retirada da adenoide é conhecida como adenoidectomia. Esse é considerado um procedimento simples, embora realizado com anestesia geral.

A cirurgia dura, em média, uns 10 minutos e é feita pela boca da criança. Nela, é inserido um aparelho de curetagem da adenoide. O profissional responsável pode ainda inserir uma pequena câmera no nariz da criança para ajudar na visualização da retirada.

Como, tecnicamente, é impossível remover toda a adenoide, o procedimento tira apenas uma parte dela. Quando realizada entre os 3 ou 4 anos de idade, dificilmente ela voltará a crescer a ponto de necessitar uma nova cirurgia mais tarde.

Prognóstico (convivendo)

Depois que a cirurgia e realizada, a criança pode ter uma vida normal, livre dos sintomas anteriores, tais como ronco, respiração bucal e apneia do sono, visto que eles tendem a desaparecer.

Dessa forma, desparecem também os problemas relacionados a um sono de baixa qualidade, tais como dificuldade de concentração e irritabilidade.

Sendo assim, ao encontrar a causa e realizar o tratamento efetivo para a apneia de repetição, a criança passa a ter uma qualidade de vida muito mais elevada e um prognóstico bastante favorável.

Além disso, é pouco provável que ela volte a ter o problema visto que depois dos 7 anos de idade a adenoide tende a regredir até que quase desapareça na adolescência.

Prevenção

adenoide em um raio X

Não há uma maneira comprovada de prevenir o problema na adenoide. Isso porque a sua causa não é completamente clara. No entanto, é sempre recomendável manter a carteira de vacinação em dia, manter bons hábitos de higiene e lavar o nariz com soro fisiológico duas vezes por dia. Tudo isso ajuda na saúde da criança em geral.

Mais do que isso, é importante ficar atento aos sintomas, tais como não se alimentar direito, respirar pela boca e possuir mau hálito. Tudo isso ajuda a diagnosticar o problema de forma precoce, ajudando a prevenir possíveis complicações decorrentes dele.

Pergunta dos leitores

Qual o preço da cirurgia de Adenoide?

O preço de uma cirurgia de adenoide pode variar muito de acordo com diversos fatores, tais como a região onde será feito, a clínica ou hospital escolhido, a equipe médica que irá realizar e até mesmo o plano de saúde.

No entanto, vale lembrar que o SUS oferece a cirurgia gratuitamente, cobrindo todas as despesas relacionadas.

Existe algum tratamento caseiro para Adenoide?

Existem diversos produtos caseiros aos quais se pode recorrer para o tratamento natural da adenoide. O mais comum deles é o óleo de fígado de bacalhau que contem um complexo de nutrientes que ajudam no fluxo linfático, ajudando a diminuir a infecção.

O alho também pode ajudar no tratamento da adenoide. Seus compostos funcionam como um poderoso antibacteriano e anti-inflamatório.

Porém, vale lembrar que o mais indicado é sempre procurar o auxílio médico e usar esses produtos naturais como um apoio ao tratamento convencional, visto que não há garantias de que realmente funcionem.

Quais os riscos da cirurgia de Adenoide?

A cirurgia de retirada da adenoide e o segundo procedimento cirúrgico mais realizado em crianças com até 10 anos de idade. Ele é considerado muito seguro!

No entanto, existem algumas complicações, mas que não devem chegar a ser consideradas como um risco, tais como:

  • Sangramento, que pode ser diminuído seguindo as orientações médicas
  • Febre
  • Dores na garganta na primeira semana
  • Voz fanha e episódios de refluxo no primeiros dias
  • Mau hálito nas primeiras das semanas

No entanto, os riscos são mínimos e não é preciso uma grande preocupação a esse respeito.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a adenoide, causas, sintomas, complicações e prognóstico do problema. Aproveite!