Alginac Bula – Para Que Serve? Engorda? Posologia, Efeitos Colaterais, Contraindicações, Preço!

Alginac é um medicamento com diversas indicações que possui efeito analgésico, anti-inflamatório, antineurítico, tendo entre seus princípios ativos o diclofenaco.

Então, para saber mais sobre esse medicamento, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre ele.

Para que serve o Alginac

Alginac é um medicamento que possui ação anti-inflamatória, antineurítica e analgésica, sendo indicado para o tratamento de lombalgias, braquialgias, neuralgia intercostal, neuralgia do trigêmeo,síndrome do conduto do carpo, radiculite, neuralgias faciais, neuropatias periféricas de etiopatogenia diversa, cervicalgias, fibromialgia, espondilite e neuralgia herpética.

Como funciona o Alginac

Esse medicamento combina um anti-inflamatórios chamado diclofenaco sódico com vitaminas B1, B6 e B12, com ação anti-inflamatória, antineurítica e analgésica.


Como usar Alginac

Alginac comprimidos

A posologia de Alginac recomenda a dose de 1 comprimido por 2 ou 3 vezes ao dia. O comprimido deve ser engolido inteiro com o auxilio da quantidade suficiente de água.

A duração do tratamento deve ser determinada pelo médico de acordo com a tolerância, a resposta e a necessidade de cada paciente. No entanto, é recomendável que o médio mantenha o tratamento pelo menor tempo possível.

Alginac injetável

Alginac 5.000 a posologia é de uma injeção por dia com o conteúdo de uma ampola I e uma ampola II com uma seringa de capacidade mínima de 3 ml.

A mistura líquida deve ser injetada via intramuscular profunda, no quadrante superior externo da nádega.

A fórmula injetável desse medicamento não devem ser utilizadas por mais de 2 dias consecutivos e quando for necessário o uso por tempo prolongado, é indicado prosseguir o tratamento com o produto em sua forma oral.

lombalgias Alginac

Composição do Alginac

Cada comprimido revestido de Alginac contém:

vitamina B12 (cianocobalamina) ………. 1.000 mcg

vitamina B6 (cloridrato de piridoxina) ………. 50 mg

vitamina B1 (nitrato de tiamina) ………. 50 mg

diclofenaco sódico ………. 50 mg

Excipientes: talco, estearato de magnésio, lactose, celulose microcristalina, carmelose sódica, dióxido de silício coloidal, Eudragit RL 30D, macrogol, dióxido de titânio, simeticona, citrato de trietila, metilparabeno, propilparabeno, povidona, corante vermelho FDC nº 6.

 

Cada ampola I com 2 mL de Alginac solução injetável contém:

cloridrato de piridoxina ……….

100 mg

cloridrato de tiamina ……… 100 mg

Excipientes: cloridrato de  lidocaína, álcool benzílico,  propilenoglicol, hidróxido de sódio,  água para injeção.

 

Cada ampola II com 1 mL de Alginac solução injetável contém:

cianocobalamina ………. 5.000 mcg

diclofenaco sódico ………. 75 mg

Excipientes: álcool benzílico, propilenoglicol, ácido clorídrico, água para injeção.

Alginac neuralgia

Contraindicação do Alginac

Alginac é contraindicado para pacientes que apresentam hipersensibilidade a quaisquer componentes de sua fórmula. Além disso ele não desse ser utilizado nas seguintes situaçãoes:

  • Histórico de asma, broncoespasmos (falta de ar ou chiado), urticário ou rinite decorrentes do uso de outros AINEs.
  • Úlcera péptica (no intestino ou estômafo) em estado agudo ou com sangramentos no trato digestivo, bem como com histórico de algum desses dois problemas.
  • Insuficiência renal (dos rins) grave, com depuração da creatinina < 30 ml/min.
  • Sangramento cerebrovascular agudo ou demais sangramentos graves.
  • Insuficiência hepática (do fígado) grave.
  • Gravidez
  • Crianças menores de 12 anos de idade em decorrência do alto teor de diclofenaco.

Efeitos colaterais do Alginac

Assim como qualquer medicamento, Alginac também pode levar a ocorrência de reações indesejáveis, porém, elas não acontecem com todas as pessoas que usam esse medicamento. Caso apresente alguma reação das que serão descritas a seguir ou outras, o paciente deve suspender o uso da medicação.

Veja as reações adversas de Alginac de acordo com sua frequência:

Reações adversas incomuns (que acontece entre 0,1%  e 1% dos pacientes que fazem uso do medicamento)

  • Exacerbação da doença de Crohn ou colite ulcerativa (doenças inflamatórias do intestino)
  • Inflamação na mucosa oral e nas gengivas (gengivoestomatite)
  • Lesões no esôfago
  • Glossite (inflamação da língua)
  • Constipação (prisão de ventre)

Reações adversas raras (que acontece entre 0,01%  e 0,1% dos pacientes que fazem uso do medicamento)

  • Reações alérgicas (hipersensibilidade), tal como acúmulo de líquidos, pressão baixa e reações anafiláticas.
  • Desorientação
  • Insônia
  • Parestesia (sensação de formigamento)
  • Irritação psicótica
  • Alteração da memória e da sensibilidade
  • Zumbido
  • Alterações visuais
  • Sangramento
  • Ulceração gastrointestinal
  • Perfuração
  • Alterações do paladar.
  • Hematúria (sangue na urina)
  • Protenúria (proteínas na urina)
  • Insuficiência renal aguda.

Reações adversas muito raras (que acontece com menos de 0,01% dos pacientes que fazem uso do medicamento)

  • Leucopenia, trombocitopeniam agranulocitose e anemia aplastica (diminuição do número de plaquetas e /ou do número de células sanguíneas).
  • Anemia hemolítica (quebra anormal de células vermelhas)
  • Síndrome de Stevens- Johnson, eritema multiforme e neclorise epidérmica tóxica (reações bolhosas na pele, com potencial de gravidade e risco de vida).
  • Rash vesicular, dermatite esfoliativa e necrolise epidérmica (alguns tipos de erupções).
  • Alopecia (perda de cabelo).
  • Pigmentação vermelha da pele causada por sangramentos (púrpura)
  • Fotossensibilidade

Reações adversas com frequência desconhecida:

Alginac bula

  • Aumento nos números de enzimas hepáticas
  • Lesão das células hepáticas (do fígado) que ocorre especialmente em tratamentos por tempo prolongado
  • Inflamação do fígado com ou sem icterícia (pele amarelada)
  • Dor de estômago (abdominal)
  • Náusea
  • Vômito
  • diarreia
  • Dispepsia (má digestão)
  • Flatulência
  • Anorexia (falta de apetite)
  • Retenção hídrica
  • Hipertensão (pressão alta)
  • Infarto do miocárdio
  • Derrame
  • Eventos trombóticos
  • Vertigem
  • Confusão
  • Cefaleia (dor de cabeça)
  • Fadiga
  • Reações de hipersensibilidade, como sudorese, reações cutâneas ou frequência cardíaca alterada.

Sempre avise ao médico sobre o aparecimento de reações indesejáveis e suspenda o tratamento caso alguma delas ocorra.

Superdosagem do Alginac

No caso da ingestão de uma quantidade de comprimidos de Alginac maior do que o recomendado é o médico que deverá decidir como proceder.

Os sinais e sintomas de uma superdosagem com a vitamina B1 ou B12 não são conhecidos. O uso excessivo de vitamina B6 pode causar a neuropatia sensorial e outras síndromes dessa mesma ordem. Esses sintomas melhoram de forma gradual com a suspensão do tratamento.

Já o uso em excesso de diclofenado podem incluir insuficiência renal, queda de pressão, convulsões, insuficiência respiratória e irritação gastrintestinal. Nesse caso é necessário adotar medidas sintomáticas e de suporte.

No caso do uso de uma quantidade de Alginac excessiva é recomendado procurar imediatamente o socorro médico levando consigo a bula ou e embalagem da medicação. Para mais orientações ligue para 0800 722 6001.

Precauções

Podem ocorrer sangramentos e ulcerações decorrentes do uso do diclofenaco com aumento desse risco em pacientes idosos e tratamentos prolongados.

Para pacientes com histórico de doenças cardiovasculares é recomendado um acompanhamento cauteloso no uso desse medicamento.

Em pacientes com deficiência de hidratação é aumentado o risco de toxicidade por diclofenaco.

É preciso cautela na administração desse fármaco em pacientes com insuficiência renal leve ou moderada.

Alguns distúrbios cutâneos graves podem ocorrer especialmente no início do tratamento. Sendo assim, em pacientes com lúpus eritematoso e porfiria intermitente aguda esse medicamento só deve ser administrado caso os benefícios superem os riscos.

Alginac não é recomendado para pacientes que apresentem doenças hereditárias referentes a intolerância a galactose, má-absorção de glicose-galactose e deficiência de lactase de Lapp.

Algumas neuropatias têm sido descritas em tratamentos prolongados (entre 6 e 12 meses), com doses médias de 50 mg de piridoxina por dia.

Alginac posologia

Idosos e grupos de risco

É preciso cautela na administração desse medicamento em pacientes debilitados, idosos ou com baixo peso corporal, sendo indicada a utilização da menor dose eficaz.

Exceto pelos casos de artrite juvenil crônica, esse medicamento não é indicado para menores de 14 anos de idade.

Capacidade de operar máquinas e dirigir veículos

O uso desse medicamento pode provocar  tontura, distúrbios de visão e sonolência, mesmo que raramente. Por isso é preciso evitar essas atividades caso perceba a ocorrência de qualquer uma dessas reações, que devem ser informadas ao médico.

Uso na gravidez

Visto que não deve ser utilizado na gravidez, é importante avisar ao médico se estiver grávida, pois pode causar prejuízos ao bebê, visto que os estudos em animais mostraram que ele inibe a implantação e o desenvolvimento do embrião.

o diclofenaco ainda pode gerar o fechamento do canal aterial prematuramente e induzir a embriopatia.

Medicamento de categoria de risco X. Não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou que possam engravidas no decorrer do tratamento.

Uso na lactação

Informe ao médio que está em faze de amamentação e ele irá decidir se Alginac deve ou não ser administrado visto que o diclofenaco é excretado em pequenas quantidades no leite materno.

Já as vitaminas B1, B6 e B12 também são excretadas, mas os seus riscos quando em excesso para o bebê são desconhecidos.

Sempre informe ao médico ou cirurgião-dentista caso esteja fazendo uso de outro medicamento e nunca use um medicamento sem que haja orientação profissional visto que pode oferecer perigo à saúde.

posologia Alginac

Interação do Alginac com outros remédios

Sempre informe ao médico se estiver fazendo uso ou fez uso recente de algum medicamento, incluindo aqueles que não exigem receita médica. Isso é imprescindível principalmente se o paciente estiver utilizando algum desses medicamento a seguir:

  • L-dopa
  • Antagonistas da vitamina B6 (como isoniazida, hidralazina, ciclosserina, penicilamina)
  • Diuréticos de alça (furosemida)
  • Outros AINEs, inibidores da receptação da serotonina e glicocorticoides
  • Inibidores da agragação plaquetária ou anticoagulantes (varfarina)
  • Metotrexato, fentoína, diuréticos poupadores de potássio e digoxina.
  • Ciclosporina
  • Diuréticos ou medicamentos para reduzir a pressão sanguínea
  • Medicamentos com sulfinpirazona ou probenecida.

Alginac Preço

Para comprar esse produto é necessária a apresentação de receita branca comum e o seu preço pode variar de acordo com a região na qual você se encontra e o local escolhido para a compra, bem como se você vai comprar o produto referência ou o seu genérico, visto que a segunda opção costuma custar menos.

No entanto, na internet a embalagem com 15 comprimidos revestidos de Alginac pode ser encontrada por valores entre R$ 17 e R$ 25 reais.

Já a solução injetável de Alginac com 3 doses (3 ampolas I + 3 ampolas II), podem ser encontradas com valores entre R$ 7 e R$ 19 reais.

Alginac Genérico

Não foram encontradas referências de genéricos de Alginac, somente o produto referência.

Pergunta dos leitores

Alginac engorda?

Não existe uma relação direta do uso de Alginac ou qualquer outro anti-inflamatório não-esteroide (AINE) com o ganho de peso.

Pronto, agora você já sabe mais sobre o uso de Alginac, suas indicações e como ele funciona.