Chá de Poejo – Quais os Benefícios Para a Saúde? Como Fazer? Aborta?

O chá de poejo vem de uma erva medicinal e seu nome cientifico é Mentha Pulegium, sendo que esta planta é também conhecida por hortelãzinha.

É uma planta aromática, proveniente da Ásia Ocidental e do Mediterrâneo e é regularmente encontrada em locais mais úmidos, como a beira de riachos e rios.

Sua comercialização no Brasil já é bem popular, pois existe um largo cultivo de hortas de poejo, podendo ser adquirido em farmácias de manipulação, feiras livres e lojas de produtos naturais.

 

As propriedades do chá de Poejo

O chá do poejo é conhecido por possuir diversas propriedades para os mais variados fins, tais como:


  • Relaxantes
  • Digestivas
  • Vermífugas
  • Antiespasmódicas
  • Expectorantes
  • Carminativas (eliminação de gases)
  • Cicatrizantes
  • Emenagogas (aumento do fluxo menstrual)
  • Sudoríferas.

poejo chá benefícios

 

Indicações do chá de Poejo

Visto suas muitas propriedades, o chá de poejo é indicado para diversos casos, tais como: falta de apetite, cólicas intestinais, asma, gripe, resfriado, coriza, tosse, má digestão, gazes, atraso menstrual, febre, catarro, vermes, azia, asma e bronquite.

Tipos

No Brasil são conhecidos 2 tipos de poejo que equivalem a duas espécies diferenciadas, são eles:

  • Cunila Microcephala: conhecido também como poejo nativo, é originário da America do Sul. É mais comum, mais cultivado e usado. Suas folhas são pequenas, seus caules são longos e finos que se espicham pelo solo.
  • Mentha pulegium: de origem europeia, o Mentha pulegium é mais raro. Possui folhas maiores que o poejo nativo e mais claras.Ambos pertencem à mesma família (Labiatae).Os dois tipos possuem aroma forte e prazeroso. As propriedades medicinais são as mesmas, portanto o mesmo uso indicado para ambas.

Benefícios

São muitos os benefícios do chá de poejo pois ele possui uma enorme ação antiespasmódica, expectorante, emenagoga e antisséptica. Veja alguns benefícios do chá de poejo:

  • Respiratórios: o poejo possui na sua composição um grande teor de menta, erva que oferece alto poder expectorante, contribuindo assim para eliminar secreções do pulmão, auxiliando no tratamento da bronquite, asma, resfriados, gripes e seus principais sintomas.
  • Digestivos: alivia dores estomacais, flatulência (gases que ficam presos no aparelho digestivo) e reduz sensação de inchaço na barriga.
  • Febre: por sua propriedade sudorífera (estimula o suor), o chá de poejo pode ser grande auxiliar no combate à febre.
  • Período Menstrual: o chá de poejo pode auxiliar trazendo alivio ao desconforto das cólicas menstruais. Porém é muito importante deixar claro que, por suas propriedades, ele intensifica o fluxo menstrual.
  • Condições do sono: o chá de poejo age também como relaxante e sedativo, ajudando no relaxamento do corpo, portanto pode ser utilizado para combater stress e a insônia. Um chá de poejo antes de deitar pode lhe garantir uma boa noite de sono.
  • Ferimentos: pelo seu poder cicatrizante e antisséptico, o chá de poejo pode ser usado externamente em ferimentos possibilitando a assepsia e cicatrização, evitando assim as infecções. Pode ser feito como compressa ou banho de acordo com a necessidade.
  • Repelente: é um autêntico repelente que afasta os pernilongos, mosca e pulgas.

Contraindicações

O chá de poejo é contraindicado para gestantes (principalmente nos primeiros meses da gravidez) pois o uso desta erva pela gestante pode levar a uma hemorragia e consequentemente ao aborto porque ela possui uma substancia chamada pulegona que, se usada em grande quantidade, pode ser toxica.

Por isso, mesmo se tratando de um produto natural o seu médico deve ser consultado e você deve seguir as suas orientações.

Como preparar o chá de Poejo

Para a preparação do chá, você pode utilizar as folhas, flores e talo sendo que a proporção utilizada é de 2 colheres (sopa) da erva, para 1 litro de agua.

Preparo do chá de poejo:

Coloque a água para ferver em um recipiente próprio para ir ao fogo e, quando atingir a fervura, despeje a erva na caneca, desligue o fogo, não deixando ferver a erva.  Tampe, deixe abafado por mais ou menos 10 minutos, coe a mistura e estará pronto para o consumo.

O uso indicado é de 2 a 3 xicaras por dia, antes das principais refeições (café da manhã, almoço e janta).

Banho de Poejo

Há quem diga que um banho de ervas pode mudar muitas coisas na sua vida. Então, pode ser um desanimo, dores no corpo, mau humor, bocejos frequentes, instabilidade emocional, os banhos estimulantes ou de descarrego de poejo podem ajudar.

Para preparar, coloque dois litros de água para ferver com 5 colheres de sopa de poejo picado, usando somente a folha. Deixe ferver por 10 minutos, coe ainda quente e acrescente 2 colheres de sopa de sal grosso, mexendo para dissolver o sal.

Tome seu banho de higiene normalmente. Se você possui banheira, acrescente a infusão na água limpa e faça um banho de imersão por 15 minutos. Se você não tem banheira, após seu banho normal, misture água fria na infusão, até chegar na temperatura desejada e despeje por todo corpo, do pescoço para baixo.

chá de poejo fotos

Pergunta dos leitores

Chá de Poejo aborta?

Sim, se consumido em grande quantidade pode provocar uma hemorragia e consequentemente um aborto, por isso, mulheres gravidas não devem consumir este chá.

Como fazer xarope de Poejo?

Para fazer o xarope de poejo, além da erva, você vai precisar de mel ou açúcar não refinado pois além de ajudar na conservação do xarope, vai ajudar a disfarçar o gosto da erva. Veja o que será preciso:

  • Bule
  • Caçarola
  • Coador
  • Colher de pau
  • Frasco de vidro esterilizado (de preferência escuro).
  • Funil.
  • Rolha (para o fechamento do vidro)

Para preparar, basta fazer 500 ml de infusão com o poejo conforme indicação do preparo do chá). Coe e passe para a caçarola, juntando 500 gramas de mel açúcar não refinado.

Mexa até dissolver bem, leve ao fogo brando e deixe ferver mexendo de vez em quando. Até adquirir a consistência de xarope.

Desligue o fogo e quando estiver frio, com a ajuda do funil, despeje no vidro(os) e feche bem a tampa.

Dicas: Dê preferência para fechar com a rolha, pois o xarope pode fermentar. Se você usar tampa de rosca no fechamento vai correr o risco de explodir. Pode ser guardado por três meses.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o poejo, como usar, para que serve e suas propriedades. Aproveite!