Combiron Engorda? Quais os Efeitos Colaterais? Para Que Serve? Preço!

Combiron engorda? esta é uma pergunta de muita gente, saiba que é uma medicação para a tratar anemias relacionadas, principalmente, à carência de ferro. Produzido pelo laboratório Aché, muitas pessoas tem dúvidas se Combiron engorda. Aqui responderemos essa e outras questões em relação ao produto.

O Combiron engorda mesmo? falaremos neste artigo e sabendo que tem uso oral e pode ser indicado para adultos e crianças.

Para que serve o Combiron

Combiron é um medicamento que está indicado para corrigir casos de anemias ferroprivas – falta de ferro. Também é indicado para anemias ocasionadas por distúrbios nutricionais ou anemias por uso de certos medicamentos.

A medicação ainda está destinada para prevenir e tratar as anemias infantis, adolescentes, adultas e senis. Além disso é indicada para casos de anemia em gestantes, puerperal (período pós-parto) e lactação (período de amamentação)


Como funciona o Combiron

Combiron trata-se de um medicamento cuja ação é realizar a correção da anemia. Está indicado para tratar, especialmente, a anemia por falta de ferro no organismo. Também tem a função de restabelecer os níveis adequados do armazenamento do ferro no organismo.

A medicação oferece ferro sob a forma de glicinato férrico. Isso representa  muitas vantagens em relação a demais sais de ferro disponíveis no mercado. Entre essas vantagens estão a maior absorção do ferro, a estabilidade das moléculas e o aumento dos índices de estocagem do ferro. Isso representa mais segurança em relação a possíveis casos de toxidade. Todas essas vantagens tornam a ocorrência de uma terapêutica muito mais eficaz. Ainda proporciona um tratamento com efeitos mais rápidos da anemia por ferro.

Um dos principais ingredientes de Combiron, o glicinato férrico. Este é o único agente sem sabor, produzido com a tecnologia “taste-free.”. Com isso torna-se a administração do medicamento mais aceitável, principalmente, pelos pacientes infantis.

Combiron ainda tem em sua fórmula vitaminas do complexo B. Essas são fundamentais para o metabolismo das proteínas e dos carboidratos. Tais funções ajudam no tratamento da anemia, principalmente, nos casos de anemia por carência de ferro.

mulher preocupada se Combiron engorda

Outras formas de funcionamento do Combiron

Entre as mais importantes funções do ferro estão o metabolismo e o desenvolvimento celular. Além disso, o ferro atua na produção energética vinda do metabolismo dos carboidratos. O ferro ainda participa de outras reações fundamentais para a manutenção de uma boa saúde. Entre essas funções estão: a síntese de colágeno e do DNA, o transporte de gorduras e o metabolismo da vitamina A. Também promove a manutenção do sistema imunológico.

Quantidades adequadas de ferro ainda provocam o aumento dos níveis de hemoglobina do sangue,  entre 0,15 e 0,25 mg/dia. As consequências da reposição do metal costumam ser evidenciadas já a partir do primeiro dia de uso de Combiron. Já o prazo para o restabelecimento dos índices adequados de hemoglobina no sangue dependem do grau da anemia do paciente. Deve ser levado em consideração o tempo de acréscimo anteriormente mencionado.

Já a cianocobalamina (vitamina B12) é fundamental para o desenvolvimento e a replicação das células. Também atua na manutenção de uma mielina ( substância lipídica) adequada em todo o sistema nervoso central. A carência dessa substância ocasiona quadros de anemia relacionados também ao metabolismo do ácido fólico.

Outras formas de funcionamento do Combiron – Parte II

O dexpantenol (pró-vitamina 5) trata-se do precursor do ácido pantotênico. Trata-se de um tipo de vitamina B que atua em diversas reações químicas do organismo. Tais reações são muito importantes, pois estão ligadas ao metabolismo dos carboidratos, das gorduras e de alguns hormônios.

Combiron é absorvido pelo trato intestinal e excretado pela urina. As doses indicadas para a ingestão diária ficam entre  4 e 7 mg.

Combiron também oferece a nicotinamida (vitamina B3) – um metabólito da  niacina. Tal substância é fundamental para diversas reações metabólicas. Entre essas reações estão a oxidação-redução – que é essencial para o processo de respiração.

Já a tiamina (vitamina B1 hidrossolúvel) atua no processo metabólico de carboidratos. Sua necessidade no organismo está ligada à velocidade metabólica. O Combiron tem a capacidade de acelerar o metabolismo do carboidrato para cumprir sua função de fonte de energia. Assim, a tiamina está relacionada com o processo de crescimento.

Combiron ainda possui riboflavina (vitamina B2) – que é essencial para o metabolismo de coenzinas para  flavoproteínas respiratórias. A substância participa ativamento do processo de respiração das células.

Como usar o Combiron

uma caixa de Combiron

A posologia do Combiron varia de acordo com a faixa etária e peso do usuário, além de indicações médicas. Normalmente, as formas indicadas de usar o Combiron são:

  • Crianças com até 15 Kg: 2 gotas por kg ao dia, divididas em 2 tomadas. 1 ml é equivalente a aproximadamente 10 gotas
  • Crianças entre 15 a 30 Kg: 1 gotas por kg ao dia, divididas em 2 tomadas
  • Adultos: 40 gotas por dia, divididas em 2 tomadas.

Vale ressaltar que o medicamento em gotas é recomendado ser ingerido puro. Também pode ser diluído em um pouco de água ou mesmo em sucos de frutas. Ingerir Combiron por formas não recomendadas pode comprometer a eficácia do medicamento e a saúde do paciente.

A dosagem máxima do medicamento é de 40 gotas por dia. O frasco deve ser agitado antes de usar.

 

Composição

A cada 1 ml de Combiron suspensão oral  contém:

  • Cianocobalamina: 0,003 mg
  • Glicinato férrico: 131,580 mg
  • Nicotinamida: 10,00 mg
  • Dexpantenol: 4,60 mg
  • Riboflavina: 1,00 mg
  • Nitrato de tiamina: 0,750 mg
  • * Ferro elementar: 25,00 mg

Excipientes da fórmula: ácido cítrico monoidratado, celulose microcristalina, carmelose sódica, citrato de sódio diidratado, ciclamato de sódio, glutationa, glicerol, metilparabeno, goma xantana, propilparabeno, propilenoglicol, sorbitol, sacarina sódica diidratada, água purificada e vanilina.

* A cada ml de Combiron contém 10 gotas. Já cada gota contém uma concentração de  2,5 mg de ferro elementar.

Contraindicação

Combiron está contraindicado para pessoas que apresentam sensibilidade a qualquer componente da fórmula do produto. Também não devem fazer uso do medicamento pacientes que têm outras tipos de anemias, que não sejam acompanhadas pela carência de ferro.

Entre esses outros tipos de anemias estão a anemia perniciosa ou megaloblástica, talassemia, anemia hemolítica, hemossiderose, hemocromatose e porfiria cutânea. O uso de Combiron, nos casos citados, podem agravar o quadro, causando males, especialmente, ao fígado, pelo excesso de ferro.

Efeitos colaterais do Combiron

Os principais efeitos colaterais do Combiron observados são:

  • Reações adversas muito comuns (ocorrendo em 10% ou mais dos pacientes que usaram o produto): intolerância gastrointestinal acompanhada por náuseas e enjoos (10%), constipação intestinal, distensão do abdômen, quadros de anorexia, pirose (azia ou queimação no estômago) e diarreia.
  • Reações adversas comuns (ocorrendo entre 1% e 10% ou mais dos pacientes que usaram o produto): coceira (6%) e prurido.
  • Reações adversas sem frequência conhecida: descoloração nas unhas, erupção maculopapular eritematosa (lesões na pele com vermelhidão), dermatite de contato (lesão por contato), pioderma facial (lesão facial com infecção), vermelhidão na face, anafilaxia (presença de inchaços nos lábios acompanhada por falta de ar), urticária (alergia na pele com presença de lesões vermelhas), exacerbação de sangramento gastrointestinal (piora de processos de sangramento no estômago ou no intestino), úlcera péptica (formação de úlcera no estômago ou no intestino), perfuração intestinal, obstrução intestinal (em portadores da Doença de Chron), hepatotoxicidade (lesão no fígado), sensação de gosto amargo na boca, tontura, urina com tonalidade alaranjada, visão turva e cefaleia

Superdosagem

mulher tendo nausea

A náusea é um dos efeitos colaterais do Combiron…

A superdosagem de Combiron pode causar intoxicação aguda pela excesso de vitaminas e sais minerais, como de ferro. Na ocorrência de superdosagem recomenda-se procurar atendimento médico emergencial.

A superdosagem de ferro costuma provocar vômitos, que podem vir acompanhados por sangue, aumento dos batimentos cardíacos, lesões no figado e colapso de vasos.

Geralmente, em casos de superdosagem de Combiron são usados indutores de vômitos, seguido por lavagem estomacal. Ainda pode ser usado agentes bloqueadores de ferro (quelantes) e tomadas medidas gerais de suporte. Tais procedimentos visam combater a acidose, a desidratação e choques. O glicinato férrico é menos tóxico que outras substâncias a base de ferro, devido as suas características de absorção pelo trato gastrointestinal.

Precauções

O uso de Combiron não necessita de cuidados especiais, muitos se preocupam se Combiron Engorda, quando o produto tem prescrição e indicação médica. O médico determinará a forma adequada de uso do produto.

Como ocorre com todas as formulações que contêm ferro, Combiron deve ser usado com cautela em casos de: infecções agudas e presença de inflamações no trato gastrintestinal como a enterite (inflamação no intestino), alcoolismo, pancreatite (inflamação no pâncreas), colite ulcerativa (inflamação no intestino com presença de úlceras) e úlcera péptica (úlcera no estômago ou no intestino).

O consumo excessivo de álcool junto com o uso de Combiron engorda? muitos se perguntam isso, e pode causar a elevação dos depósitos de ferro no fígado. Com isso eleva-se a possibilidade de efeitos colaterais.

O administração de Combiron também deve ser feita com cautela em pacientes que apresentem alterações das funções do fígado e dos rins.

Combiron ainda deve ser administrado com cautela e supervisão médica em caso de pessoas que são submetidas a repetidas transfusões de sangue. Isso porque o uso concomitante do produto com as transfusões podem aumentar os índices de ferro nas células vermelhas, além de sais de ferro por via oral, que podem resultar na sobrecarga do organismo por ferro. Nesses casos é recomendada a realização frequente de exames de sangue, para adequar a terapia com os resultados obtidos – isso quando o tratamento durar mais do que 30 dias.

Outras precauções do uso do Combiron

Alem disso muitos se preocupam se Combiron Engorda, a ingestão de forma prolongada de um só tipo de vitamina B pode provocar desequilíbrios na absorção de outros tipos de vitamina do mesmo complexo. Assim, as vitaminas B necessitam ser ingeridas por meio de complexos que contenham em suas formulações outros tipos de vitamina do complexo B.

Já o uso da cianocobalamina (vitamina B12) é segura e não provoca toxidade no organismo do paciente.

O dexpantenol também é considerado seguro, se usados nas dosagens recomendadas diárias e em dosagens elevadas moderadamente.

A nicotinamida (vitamina B3) em doses elevadas (acima de 50 mg ao dia) pode ocasionar efeitos colaterais, como: rubor no corpo, incluindo o rosto. Vale ressaltar que a ingestão de ácido acetilsalicílico (AAS) deve ser feita com pelo menos 30 minutos antes da ingestão de Combiron.

Outras precauções do uso do Combiron – Parte II

uma cartela de comprimidos

No caso de doses elevadas, a nicotinamida costuma provocar alterações nas funções do fígado, além do risco da formação de  úlceras no estômago ou no intestino. É recomendado o uso com cautela da nicotinamida em pessoas portadoras de úlceras no intestino ou no estomago, além de problemas no fígado.

Também portadores de gota não devem utilizar suplementos vitamínicos que contenham nicotinamida, pois pode piorar o quadro. Pacientes com cálculo na vesícula biliar ou diabetes mellitus só devem usar a nicotinamida com indicação e supervisão de um profissional médico.

 

A tiamina (vitamina B1) não é considerada tóxica. Porém, doses muito elevadas dessa substâncias pode causar dores no estômago.

A riboflavina (vitamina B2) também tem seu uso considerado seguro, até mesmo em doses elevadas. Porém, devido à doses acima de 10 mg diárias dessa substância podem ocasionar lesões oculares com a exposição ao sol. Além disso, pacientes que fazem a ingestão de doses elevadas de vitamina B2 devem fazer uso de óculos protetores (escuros) para a proteção dos olhos de luzes ultra-violetas.

Como acontece com demais formulações orais à base de ferro, recomenda-se manter o Combiron fora do alcance das crianças, com o objetivo de evitar a superdosagem acidental do produto.

Interação do Combiron com outros remédios

Combiron possui algumas interações medicamentosas. Confira as principais delas:

  • Cianocobalamina: percebeu-se uma redução da absorção dessa substância quando ela é administrada de forma concomita com a cimetidina e outros inibidores de H2 por por similitude.
  • Nicotinamida: pode haver uma elevação dos índices de carbamazepina, ocasionando efeitos neurológicos moderados, como: nistagmo, ataxia, diplopia e vômitos. Ainda a nicotinamida se usada junto ao ácido acetilsalicílico pode ocasionar sintomas como eritema facial e de “rash” cutâneo.
  • Outras substâncias: em razão do alto poder de estabilidade do ferro quelato, Combiron não ocasionou redução na absorção ou interações com: anticoncepcionais orais, hormônios esteroides e glicosídeos cardíacos
  • Álcool: o consumo excessivo de bebidas alcoólicas concomitante com Combiron pode causar elevação nos depósitos hepáticos de ferro – o que aumenta a possibilidade da presença de efeitos colaterais.
  • Antiácidos: a administração de Combiron com medicações antiácidas pode ocasionar a redução da absorção do ferro.
  • Tetraciclina: o uso em conjunto pode interferir no processo de absorção do ferro, prolongando o tratamento da anemia por carência do  ferro.

uma caixa de Combiron

Afinal, Combiron engorda?

Como mencionado, muitas pessoas tem dúvidas se Combiron engorda. Não podemos afirmar que o uso do Combiron engorda e irá causar ganho de peso em qualquer usuário. O ganho de peso depende da reação do organismo da pessoa ao produto.

Inclusive, existem casos de usuários que emagreceram, devido ao efeito colateral de falta de apetite. Converse com seu médico sobre o risco de engordar ou não com o uso de Combiron

Combiron Preço

O preço médio do Combiron é de R$ 16.00. Pode haver alterações nesse preço de acordo com o estabelecimento que comercializa o produto.

A compra do Combiron não necessita da apresentação ou da retenção da receita médica. No entanto, não é recomendado o uso do produto sem indicação médica, pois pode colocar a sua saúde em risco.

Combiron Genérico

Existem alguns medicamentos que podem ser considerados genéricos do Combiron, sendo comercializados com o nome de sulfato ferroso.

Pergunta dos leitores

Combiron engorda o bebê?

Depende. Combiron pode ou não engordar o bebê. O ganho de peso depende da reação de cada organismo, assim como a dosagem indicada pelo médico.

Combiron engorda ou emagrece?

Combiron pode causar o emagrecimento em alguns usuários, pois um de seus efeitos colaterais é a falta de apetite. Não entanto, o produto não se trata de um medicamento para a perda de peso.

Combiron abre o apetite?

Depende da reação do paciente ao medicamento. Em algumas pessoas o Combiron abre o apetite e em outras não.

Combiron ajuda na queda de cabelo?

Combiron pode ajudar na redução da queda de cabelo devido às vitaminas e nutrientes que contém em sua formulação. No entanto, não se trata de um medicamento para essa finalidade.