Estomatite Infantil – O Que é? Qual Remédio Usar? Qual o Tratamento?

A estomatite é uma inflamação que afeta a mucosa da boca. É uma patologia que causa desconfortos ao portador, porém, existem tratamentos eficientes.

É uma doença muito comum em bebês crianças pequenas.


O que é Estomatite

Como mencionado, a estomatite se caracteriza por um processo de inflamação que atinge a mucosa da boa. Essa infecção pode ser causada tanto pelo vírus da herpes simples, como pelo vírus conhecido como Coxsackie. Este último é responsável pela forma da doença chamada de mão-pé e boca.

A estomatite pode ocorrer em toda a região da boca com formação de aftas, que também podem surgir nas bochechas. A doença ainda pode vir a afetar a língua, a porção do fundo da boca, a língua e o céu da boca. Vale ressaltar que, apesar do nome da doença lembrar o estômago, esse órgão nada tem a ver com o problema.

A doença é mais comum em crianças. A estomatite pode surgir já a partir dos 6 meses de vida – fase em que, geralmente, ocorre o desmame. Porém, também é bastante comum que a estomatite surja em crianças entre 2 a 5 anos – época que elas iniciam a vida escolar.

uma criança com Estomatite Infantil

Tipos

Estomatite aftosa

Doença inflamatória, a estomatite aftosa se caracteriza pelo aparecimento de úlceras, aftas, vermelhidão, feridas e dor na boca. Sabe-se que estar com o sistema imunológico em baixa facilita o surgimento da doença e é quando, na maioria das vezes, ela se manifesta.

A estomatite aftosa, normalmente, se manifesta em espaços de 15 dias a um mês. O tratamento da doença é simples, podendo ser feitos com medicações naturais, caseiras ou homeopáticas. Porém, às vezes é necessário o uso de algum anti-inflamatório.

Estomatite herpética

É mais comum em crianças de 6 meses a 5 anos de idade, a estomatite herpética. A doença também é conhecida como gengivoestomatite herpética. O portador adquire a doença ao primeiro contato com o vírus.

Um dos principais sintomas da doença é o surgimento de manchas vermelhas na garganta e até mesmo na boca. Pode ainda haver sangramento na língua, na parte interna das bochechas, nos lábios, nas amígdalas, na língua, na gengiva e no céu da boca.

Por diversas vezes essas manchas avermelhadas podem ser confundidas com aftas. Isso porque essas lesões realmente lembram as aftas por apresentarem partes vesiculadas e esbranquiçadas na região central da mancha.

O tamanho das manchas podem aumentar. Nesse caso, uma pode se juntar a outra formando úlceras que causam muita dor do doente.

O tratamento da estomatite herpética pode levar de 10 a 14 dias. O tratamento é feito com medicações antivirais na forma de comprimidos ou pomadas.

Além disso, recomenda-se que o portador beba bastante água durante o tratamento para se manter hidratado. Ainda devem ser evitados, durante o tratamento, alimentos com acidez. Isso porque eles podem irritar ainda mais as feridas da boca, causando ainda mais dor ao paciente.

Uma alimentação líquida ou pastosa é ideal para quem está tratamento a estomatite herpética. Alimentos sólidos também costumam causar dor ao doente.

uma criança com Estomatite InfantilEstomatite Viral

Os dois tipos de estomatites: costumam ser causadas pelo vírus da herpes simples (HSV-1) ou pelo vírus Coxsackie. O tratamento, como mencionado nos tópicos acima vai depender do tipo da estomatite se manifestar no paciente.

Causas

Geralmente, a estomatite é adquirida pelo contato com o vírus da herpes simples (HSV-1). Também pode aparecer a doença – porém com menos frequência – pelo vírus conhecido como Coxsackie. Nos dois casos os vírus estão, normalmente, ligados à baixa imunidade do portador.

Além disso da baixa imunidade, outras doenças provocadas por outros vírus, fungos e bactérias ou certos hábitos podem provocar a estomatite, Entre elas estão:

  • Traumas ou lesões na região da boca
  • Consumo excessivo de bebidas com teor alcoólico
  • Tabagismo
  • Submeter-se a sessões de radioterapia e quimioterapia para o tratamento de câncer
  • Doenças que afetam diretamente a imunidade da pessoa, como: doença de Crohn, lúpus, Aids, cáries, úlceras na boca, gengivites e uso de aparelhos para correção dentária.
  • Cáries dentárias não tratadas

Sintomas da Estomatite

Os sintomas da estomatite costumam ser bastante desagradáveis. Isso porque feridas e aftas trazidas pela doença causam extremo desconforto e dor ao paciente.

Muitos pacientes não conseguem nem ingerir alimentos sólidos devido às dores. Aqui, indica-se uma dieta líquida ou pastosa para não piorar as dores e o desconforto.

Diagnóstico

O diagnóstico da estomatite é relativamente simples de ser feito por um profissional habilitado. Geralmente é feita a anamnese do paciente. Devido aos sintomas bem característicos da doença, como a existência de feridas e aftas na boca, o diagnóstico é feito e o tratamento é indicado.

Entre os profissionais que estão habilitados fazer o diagnóstico da estomatite estão :

  • Clínico geral
  • Dentista
  •  Odontologista
  • Infectologista
  • Imunologista
  • Gastroenterologista

Tratamento para Estomatite

O tratamento da estomatite depende das causas que fizeram a doença se manifestar no paciente. Também vai depender do grau em que ela se encontra. Usa-se, para tratar a doença, desde soluções naturais e caseiras até anti-inflamatórios.

Remédios para estomatite

uma pessoa com Estomatite

Em casos de estomatite leve podem ser ministrados remédios caseiros. Porém quando a doença demonstra sintomas de moderados a severos se faz necessário o uso de medicamentos, Entre os medicamentos mais usados para o tratamento da  estomatite estão:

  • Brometo de Pinavério 50mg
  • Brometo de Pinavério 100mg
  • Hexomedine
  • Gingilone

Remédio caseiro para estomatite

Quando o grau da estomatite é leve, apresentando poucas e pequenas lesões e poucos desconfortos ao paciente, a doença pode ser tratada com remédios caseiros. Uma receita de remédio caseiro para estomatite é fazer uma solução com mel, sal bórax, chá de cravo-da-índia, além de suco de cenoura com beterraba.

Estomatite infantil

Estomatite em bebê

A estomatite é uma doença mais comum em bebês do que em adultos. Observa-se também que a doença é mais comum a partir do 6º mês de vida. Isso acontece porque a criança, como desmame, para de receber os anticorpos da mãe, ficando mais sujeita à doença.

Causas da estomatite em crianças

Também observa-se uma prevalência significativa da doença durante a fase dos 2 aos 5 anos de idade. Esse maior contágio pela doença pode se dar pelo fato do início da vida escolar, onde a criança tem contato com outras.

Bebês e crianças pequenas também demonstram terem mais estomatites nos períodos de tempo frio. A explicação possível para isso é que as baixas temperaturas favorecem a baixa da imunidade, tornando bebês e crianças pequenas mais suscetíveis a estomatite.

Tratamento para estomatite infantil

um caso de Estomatite

Como já mencionado, o tratamento da estomatite pode ser feito de forma natural e caseira quando os sintomas são leves. Quando os sintomas já estão evoluindo pode se fazer necessário o uso de medicamentos. As medicações mais usadas para tratar a estomatite são:

  • Brometo de Pinavério 50mg
  • Brometo de Pinavério 100mg
  • Hexomedine
  • Gingilone

Prevenção

Pode-se prevenir a doença tomando algumas atitudes simples. Um exemplo é sempre lavar as mãos adequadamente para evitar o acesso de bactérias e vírus.

Nos bebês e crianças pequenas, procure sempre manter as mãozinhas deles bem higienizadas, pois eles tendem a levar a mão na boca com frequência, facilitando o contágio por bactérias e vírus.

Para evitar contrair estomatite também é fundamental ter uma boa higiene bucal e sempre buscar tratamento quando apresentar anormalidades na boca e nos dentes.

Alimentação adequada para estomatite

As lesões causadas pela estomatite costumam doer mais quando se ingere alimentos. Assim, uma alimentação adequada para estomatite deve ser composta por alimentos em forma líquida e pastosa.

Também é importante ingerir bastante água para manter a hidratação.

Perguntas dos leitores

Estomatite é contagiosa?

Sim, a estomatite viral, por exemplo, é fácil de ser transmitida por meio de gotículas de saliva da pessoa doente ou pelo contato direto com a área afetada, como beijo.

Nistatina serve pra estomatite?

A nistatina é uma das substâncias usadas para tratar a estomatite, mas não de primeira escolha. Se você ou alguém tem a doença, não use-a para tentar tratar, procure um médico. A automedicação pode piorar o problema e trazer males à saúde.