O Que é Furúnculo? Quais os Sintomas e Tratamentos? Bons Remédios!


Popularmente conhecido como cabeça de prego, o furúnculo é uma infecção de pele que acontece quando um folículo piloso se infecciona por causa de uma bactéria. O furúnculo também é tratado como um abscesso, uma formação de pus, originário da bactéria Staphylococcus aureus.

Mas como surge o furúnculo? Quais os sintomas e formas de tratamento? Tudo isso e muito é o que será discutido no artigo de hoje.


Como surge o furúnculo?

O furúnculo está presente normalmente em nossa pele, porém só consegue entrar quando há uma ferida aberta. Por mais que seja mínima, qualquer lesão na pele pode servir de porta de entrada para bactérias. Escoriações, picadas de mosquitos, feridas por lâminas de barbear ou agulhas, qualquer machucado pode provocar uma infecção, se não cuidado é claro!

Diferente da foliculite, infecção restrita ao folículo piloso, o furúnculo é quando a contaminação invade o tecido subcutâneo próximo ao folículo.

Geralmente os furúnculos surgem em áreas com pelos, úmidas e em constante atritos, como os glúteos, coxas, virilhas, pescoço e no rosto. Quando a pessoa tem estágios múltiplos e recorrentes dizemos que ela tem furunculose.

Quando diversos folículos pilosos infeccionam em uma única região, atingindo uma área grande é denominado carbúnculo. As pessoas que sofrem do problema normalmente apresentam os furúnculos nas costa e nuca.

Ao contrário dos que muitos pensam, o furúnculo não é uma espinha gigante. As duas tem em sua composição infecções, entretanto o processo de formação da acne e a bactéria do furúnculo são diferentes. Vale lembrar que a acne maltratada também pode permitir a entrada da Staphylococcus aureus.

um furúnculo em uma perna

Sintomas do furúnculo

De início, o furúnculo é um nódulo subcutâneo inflamado. Normalmente é doloroso e avermelhado em volta. São do tamanho de um grão de feijão, mas há aqueles em que a bactéria consegue se multiplicar até atingir o tamanho de uma bolinha de ping-pong.

A medida que ele evolui, mais pus e células mortas vão se acumulando. O resultado é um aumento de pressão no tecido subcutâneo, originando um ponto amarelado, algumas vezes esbranquiçados, dando a ideia de uma cabeça de prego. Ao chegar nesse estágio o pus tenta, de todas as maneiras, sair e passa a ser empurrado para fora do folículo. Quando o acúmulo for grande irá estourar e vazar um conteúdo purulento.

Se por um acaso o furúnculo só aumentar e não estourar, será preciso procurar ajuda médica para drenar o pus. Em casos como este o pus e a dor só aumentarão.

Como identificar um furúnculo

Furúnculo

Os furúnculos formam uma elevação e dor no local afetado. Em determinadas pessoas ele pode gerar febre, mal-estar e coceira. É comum que ele sare sozinho, sem procedimento médico. Tudo dependerá da forma como você irá tratar o problema.

Caso sofra com furúnculos frequentes, o mais indicado é que procure um dermatologista para ver se há um tratamento para o seu caso e evitar esses desconfortos. Há alguns casos em que o excesso de furúnculos são procedentes da doença hidrosadenite supurativa – inflamação crônica da pele por nódulos subcutâneos inflamatórios.

O furúnculo é contagioso?

Sim, é contagioso! E vamos te contar porquê! Esse tipo de bactéria pode ser passado através do contato do ar com o pus, se instalando nas narinas.

Em pessoas com casos avançados é importante manter as mãos limpas após mexer nas infecções e passar creme antibióticos, receitados por um médico, para ajudar no processo de cicatrização. Além dos cuidados básico, o indicado é não compartilhar roupas de cama e nem toalhas.

Maiores fatores de risco

Muitos sofrem lesões na pele no dia a dia, porém são poucos que desenvolvem os furúnculos. O sistema imunológico é capaz de neutralizar a invasão das bactérias no tecido subcutâneo, por isso nem todos sofrem com o problema.

Indivíduos com alguma deficiência de imunidade estão mais propensos a bactérias Staphylococcus aureus. Outros podem ser influenciados através de fatores genéticos, histórico familiar de furunculose, entre outros como:

  •  Cirrose;
  •  Drogas imunossupressoras;
  •  HIV positivo;
  •  Diabetes mellitus;
  •  Insuficiência renal;
  • Drogas injetáveis;
  • Obesidade;
  • Doenças crônicas de pele;
  • Idade avançada;
  • Má higiene;
  • E excesso de pelo em regiões úmidas.

Furúnculos volumosos podem deixar cicatrizes dependendo da profundidade. Dependendo dos tamanhos das lesões é possível que depois de cicatrizados forme-se pequeno buracos na pele. Em lesões grande se formará uma massa de tecido morto de textura mais pastosa, popularmente conhecida como carnegão. Quando ele é expelido para fora do organismo é que acontece a completa cura da infecção.

São raras as situações em que os furúnculos se tornam algo complicado. Normalmente, as pequenas se curam assim que são expelidas e há a completa cicatrização.

Não deixe de procurar um médico para controlar a disseminação das bactérias se o seu caso é extremo. Em alguns a infecção pode cair na corrente sanguínea e prejudicar o organismo. A invasão de Staphylococcus aureus é conhecida como bacteremia e levar a quadros gravíssimos como endocardite – inflamação do endocárdio.

Formas de tratamento

um furúnculo na pele

Um furúnculo não provoca febres altas e nem acarreta a grandes problemas. Se você apresentar febre e dores mais intensas é um sinal que a situação está se agravando e precisa buscar ajudar. Não espere complicações sérias aparecer para começar um tratamento. Lembre-se que nessa fase é importante não compartilhar produtos de higiene pessoal, lençóis ou toalha de banho e rosto, para que não se agrave e nem parta para um caso de furunculose.

Nunca aperte e nem tente espremer um furúnculo. Esse processo, feito de qualquer jeito e sem um método asséptico, pode produzir cicatrizes irreversíveis, isso sem contar o risco de provocar uma infecção ainda maior e propagar as bactérias pelo organismo através do sangue.

Para aliviar o inchaço e as dores, faça compressas úmidas com água quente, três vezes por dia. Isso ajudará a drenar o pus mais rapidamente. Pomadas antibióticas e limpeza do local também são eficaz para combater os furúnculos.

Você deve procurar um médico quando:

  • Durar mais de dez dias;
  • Furúnculos com mais de dois centímetros;
  • A área inflamada ao redor estiver se estendendo;
  • Estiver em locais de risco – face ou regiões próximas a coluna vertebral;
  • Forem múltiplas lesões e provocarem febres.

Lembre-se que furúnculos não apresentam problemas sérios, mas podem evoluir negativamente se não tratados de maneira adequada.